foto

Agenda Proximas Cobertura Fotograficas e Divulgacao Eventos







ALBUM DE FOTOS EVENTOS >>>ABAIXO<<<





EVENTOS

24/10/2014: SextaNeja Sertanejo com Gleydson e Rodrigo, no Espaço VIP em Pontalina-Go

24/10/2014: SextaNeja Sertanejo com Gleydson e Rodrigo, no Espaço VIP em Pontalina-Go

  24/10/2014: SextaNeja Sertanejo com Gleydson e Rodrigo, no Espaço VIP em Pontalina-Go...

NEWS PONTALINA-GO

NEWS GOIÁS

NEWS BRASIL/ MUNDO

foto

21/10/2014: Falta de água leva cidade do interior paulista a fechar escolas

Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil Falta de água no interior paulista deixa 2 mil estudantes sem aula até a próxima semanaTân...

23/10/2014: Acordo define que Goiás não terá Lei Seca no 2º turno das eleições, Decisão foi tomada pela Secretaria de Segurança Pública e Justiça Eleitoral. Votação para governador e presidente acontece no próximo domingo (26).

Do G1 GO

foto1Em Goiás, não deve haver Lei Seca no 2º turno das
eleições (Foto: Luísa Gomes/G1)

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás informou ao G1 nesta quinta-feira (22) que não haverá Lei seca para o 2º turno das eleições deste ano. A exemplo da decisão tomada na primeira etapa do pleito, a determinação de não se proibir a venda de bebidas alcoólicas foi tomada em parceria com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Apesar da regra geral, de acordo com o TRE, fica a cargo de cada juiz eleitoral, caso entenda necessário, a expedição de portarias regulamentando a venda de bebidas em suas respectivas áreas.

Cada um dos responsáveis pelas 130 zonas do estado podem solicitar, em caráter excepcional, a instituição da Lei Seca. No entando, segundo a assessoria do TRE, não existe uma data limite para que seja feita essa solicitação e a medida não precisará passar por análise do órgão.

A votação acontece no domingo (26). Nas últimas eleições municipais, em 2012, pelo menos 30 municípios aderiram à Lei Seca.

Fonte: http://g1.globo.com/goias

23/10/2014: Psicóloga visita vigilante preso em Goiânia e o define como serial killer, Neurocientista analisou, informalmente, o jovem que confessou 39 mortes. Ela comparou perfil dele com o de Leonardo Pareja: ‘Totalmente diferentes’.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

fotoTiago chutou um fotógrafo ao ser transferido para presídio (Foto: Mantovani Fernandes/O Popular)

A psicóloga neurocientista Cássia Oliveira visitou, na manhã desta quarta-feira (22), o vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, 26 anos, que confessou 39 assassinatos em Goiânia. Em uma avaliação informal, ela disse que não pode dar um diagnóstico sobre o jovem, mas adiantou que ele “não é louco” e afirma que, “sem dúvida”, trata-se de um serial killer. “Isso já está confirmado. Porém, a dinâmica e a estrutura diferem dos psicopatas comuns”, acredita.

A especialista, por iniciativa própria, pediu autorização à Polícia Civil para conversar com Tiago, na Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc). O encontro durou cerca de duas horas. Ela se colocou à disposição para ajudar na avaliação psicológica do jovem. No entanto, o titular da Delegacia Estadual de Investigações de Homicícios (DIH), Murilo Polati, ressaltou que ela não é uma perita oficial do caso e informou que a avaliação feita nesta manhã não será usada nas investigações.

“Por ela ser uma estudiosa do assunto, se pôs à disposição da Polícia Civil. Nós entendemos que não era necessário, mas, em razão até das advogadas terem concordado com essa entrevista, ela fez o trabalho dela, que não vai ser utilizado como prova nos autos aqui investigados”, explicou Polati.

Com 22 anos de experiência, a neurocientista diz que já atuou em casos importantes como o do assaltante Leonardo Pareja, que ficou conhecido nacionalmente em 1995 pela ousadia ao fugir e debochar da polícia de três estados durante 39 dias, após sequestrar a filha do então senador baiano Antônio Carlos Magalhães, em Feira de Santana (BA). Ele se entregou à polícia goiana no dia 12 de outubro daquele ano. Para a psicóloga, Pareja e Tiago são “totalmente diferentes”.

“O Leonardo não tinha essa ânsia de matar. Ele não tinha instinto assassino, ele tinha algo para se defender e tinha níveis impulsivos altos. Então, ele buscava situações que o colocassem diante do medo, buscando enfrentá-lo. [O Tiago] É uma força, o impulso pode ser até cerebral de personalidade, não sei, não vou adiantar o que realmente o faz atuar”, compara.

A partir do encontro com Tiago da Rocha, a neurocientista explicou que vai elaborar um laudo informal, que não fará parte, por enquanto, do inquérito policial, mas será entregue aos policiais e à Justiça, segundo ela.

Logo depois de conversar com a psicóloga, o suspeito foi levado para o Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, onde está preso em uma ala de segurança máxima.

Segundo a corporação, na manhã desta quarta-feira, o vigilante apresentava nervosismo e pediu para se barbear antes de ser transferido. Ele foi levado para o Complexo Prisional sob a escolta de 20 policiais e chegou a chutar um fotógrafo.

Foi nesse mesmo presídio, na época chamado de Centro Penitenciário de Goiás (Cepaigo), que Leonardo Pareja comandou uma rebelião de seis dias, em abril de 1996. Ele foi morto em dezembro daquele ano por outro detento

Motivações
A neurocientista conta que o vigilante Tiago da Rocha tentou explicar, dentro das possibilidades, a motivação dos crimes. “Ele tentou me explicar de todas as formas, na linguagem dele, de uma força maior. Isso nós vamos traduzir dentro das técnicas. Porém, ele tentou de todas as formas contribuir o tempo todo”, diz.

Cássia afirma que não precisa de mais testes com Tiago. No entanto, o suspeito pediu para encontrá-la novamente e ela vai atender. “Para mim, basta. Ele solicitou a minha vinda novamente. Ele pediu para me ver e para que eu o visite na delegacia porque ele quer falar mais. Vou atender ao pedido. Ele está com essa receptividade comigo”, afirma a especialista.

Comportamento
Tiago foi preso na capital no último dia 14. Na ocasião, ele confessou à Polícia Civil ter matado 39 pessoas desde 2011. Durante os dias em que ficou detido, sozinho, em uma cela da Denarc, o comportamento de Tiago chamou a atenção dos policiais. Na segunda-feira (20), o delegado Eduardo Prado revelou que o suspeito disse que estava com vontade de matar.

Também causou estranheza o fato de Tiago ler, em poucas horas, 40 revistas. “Outra coisa curiosa é que ele lê de trás para frente de forma rápida, como se fosse dinâmica, lendo de forma alta”, pontua o delegado. Prado disse ainda que o motociclista pediu bebida alcoólica na cela, mas que não foi atendido.

Série de mortes
Entre as vítimas que Tiago confessou ter matado estão 15 dos 17 crimes contra mulheres investigados inicialmente pela força-tarefa da Polícia Civil, formada por 16 delegados, 30 agentes e 10 escrivães, que começaram a atuar no dia 4 de agosto. Os outros assassinatos seriam contra homossexuais e moradores de rua.

O primeiro crime da série de assassinatos contra mulheres ocorreu em 18 de janeiro deste ano, quando Bárbara Luiza Ribeiro Costa, de 14 anos, foi executada por um motociclista no Setor Lorena Park, na capital. A morte mais recente foi a de Ana Lídia Gomes, em um ponto de ônibus do Setor Morada Nova, em 4 de agosto.

Dois dos crimes apurados pela força-tarefa não foram assumidos pelo vigilante: a morte de Danielly Garmus da Silva, 23 anos, e a tentativa de homicídio de Daiane Ferreira de Morais, 18. Entretanto, ele confessou outras duas mortes de mulheres que eram apurados de forma independente e, após a confissão, a polícia os incluiu nas investigações. São os homicídios de Arlete dos Anjos Carvalho, 16, e de Edimila Ferreira Borges, 18.

Tiago revelou à polícia que interrompeu a sequência de mortes após o homicídio de Ana Lídia por medo de ser preso, informou o delegado Alexandre Bruno Barros. Mas voltou a cometer uma agressão uma semana depois. “Ele disse que parou porque ficou com medo de ser pego, por causa da força-tarefa. Depois, voltou porque não aguentou mais, tinha que extravasar a raiva”, disse o delegado.

Segundo a Polícia Civil, por causa desse crime, o jovem foi identificado em imagens registradas por câmeras de segurança, próximo à lanchonete em que uma mulher foi agredida por um motociclista. O caso foi incluído na força-tarefa. Segundo testemunhas, o motociclista de capacete vermelho, que seria Tiago, atirou na garota, mas a arma falhou. Então, ele deu um chute na boca dela. O vigilante acabou preso dois dias depois dessa agressão.

Fonte: http://g1.globo.com/goias

21/10/2014: Falta de água leva cidade do interior paulista a fechar escolas

Fernanda Cruz – Repórter da Agência Brasil

fotoFalta de água no interior paulista deixa 2 mil estudantes sem aula até a próxima semanaTânia Rêgo/Agência Brasil

A cidade de Cristais Paulista, a 400 quilômetros da capital, precisou fechar suas escolas, deixando mais de 2 mil alunos sem aulas devido à falta de água. No município de 10 mil habitantes, duas creches e três escolas estão sem funcionar, segundo a prefeitura. Hospitais, postos de saúde e outros órgão públicos ainda não foram prejudicados.

Na capital paulista, muitos moradores reclamam de falta de água em diversos bairros, mas a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo não admite que esteja ocorrendo racionamento. Hoje (21), o nível dos reservatórios do Sistema Cantareira, que abastece a cidade, caiu para 3,3%. Há um ano, o percentual era de 38,2%. A Agência Nacional de Águas já autorizou o uso da segunda cota da reserva técnica (volume morto) do Sistema Cantareira. Essa segunda cota acrescentará mais 106 bilhões de litros ao sistema.

Segundo o secretário de Obras de Cristais Paulista, Moacir Almeida de Oliveira, a previsão é que as atividades escolares sejam retomadas apenas na próxima semana. Moacir explica que a captação de água da cidade era feita em nascentes, que estão completamente secas. Emergencialmente, a cidade passou a buscar água com caminhões-pipa no Córrego do Carmo, localizado a 5 quilômetros da cidade.

Cristais Paulista emprestou cinco caminhões-pipa de municípios vizinhos, que transportam a água até duas represas, onde passa por tratamento antes de chegar à população. Com o racionamento oficial na cidade, moradores têm água nas torneiras em apenas três períodos do dia: entre 6h e 8h; de 12h a 13h30; e entre 18h e 20h30. A prefeitura já anunciou estado de emergência e a decretação de estado de calamidade pública está em análise.

Em outra cidade do interior paulista, Itu, a 100 quilômetros da capital, a situação também é crítica. Moradores sofrem com o desabastecimento desde fevereiro e alguns relatam ter ficado sem água nas torneiras por 15 dias. Ontem (21), a população, revoltada, fechou ruas e queimou pneus em protesto contra a falta de água.

Diversos municípios paulistas adotaram racionamento ou rodízio de forma oficial. Em Guarulhos, o rodízio, implantado em março, deixa a população um dia sem água, o outro com água. Em Bauru, os moradores tem água a cada 24 horas. Na cidade de Mauá, o revezamento ocorre de  segunda-feira à sexta-feira, tendo um dia sem água a cada quatro dias com água.

Outras cidades com racionamento ou rodízio são Cruzeiro, Mirassol, Americana, Salto, Araras, Casa Branca, Barretos e São Sebastião da Grama.

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br

 

21/10/2014: A partir desta terça-feira prisões só ocorrerão em flagrantes

fotoKarine Melo – Repórter da Agência Brasil

Lei Eleitoral determina que, a partir de hoje (21) nenhum eleitor poderá ser preso a não ser em flagranteTânia Rêgo/Agência Brasil

A partir de hoje (21) e até 48 horas após o encerramento das eleições, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo-conduto. A determinação está no Código Eleitoral, caput do Artigo 236.

No domingo (26), quase 143 milhões de eleitores voltam às urnas e escolherão entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) para comandar o país pelos próximos quatro anos. Eleitores de 13 Estados e do Distrito Federal também definirão seus novos governadores neste segundo turno.

Mesmo com o horário de verão, que começou no último domingo, nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e no Distrito Federal, o período de votação no segundo turno não terá qualquer alteração, ou seja, será das 8h às 17h, obedecendo o horário local.

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br

21/10/2014: Nível do Sistema Cantareira está em 3,5% em São Paulo

fotoFlávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil

Nova queda é registrada no nível de água do Sistema Cantareira, em São PauloDivulgação/Sabesp

O nível do Sistema Cantareira, hoje (20), está em 3,5%, de acordo com dados da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Ontem, o reservatório estava com 3,6% de seu nível. No final da semana passada, a Sabesp informou que restavam apenas 40 bilhões de litros de água da primeira cota da reserva técnica do Cantareira que começou a ser retirada no dia 16 de maio.

Durante depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Sabesp, na Câmara dos Vereadores, a presidente da companhia, Dilma Pena, admitiu que, se não chover nos próximos dias, a primeira parte da reserva técnica pode acabar em meados de novembro. A alternativa seria utilizar a segunda cota do volume morto, autorizada pela Agência Nacional de Águas (ANA) no último dia 17.

De acordo com a Sabesp, a segunda cota acrescentará mais 106 bilhões de litros ao sistema. Mas a ANA determinou que o uso dessa cota obedeça regras que garantam o abastecimento da região metropolitana de São Paulo, até abril de 2015, sem prejuízo à bacia hidrográfica dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ). A proposta de retirada gradual da reserva foi encaminha ao órgão federal no dia 10 de outubro, pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado de São Paulo (Daee).

A retirada de água da segunda cota do volume morto chegou a ser vetada por uma liminar judicial, mas a decisão foi suspensa pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), desembargador federal Fábio Prieto, a pedido da Sabesp e do Daee. A ação foi proposta pelos ministérios públicos estadual de São Paulo e o federal (MPF), com a intenção de garantir que a primeira parte do volume morto não se esgotasse antes de 30 de novembro.

De acordo com a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), São Paulo deve ter temperaturas variando entre 13 graus Celsius (ºC) e 35 ºC, com o céu parcialmente nublado e pancadas de chuva. Para amanhã, a previsão é céu parcialmente nublado a nublado com possibilidade de chuva em áreas isoladas e temperaturas que variam entre 8 °C a 30 °C. Na quarta-feira o céu deve estar parcialmente nublado, com pancadas de chuva isolada à tarde, no norte e noroeste do estado. As temperaturas variam entre 5 ºC e 32 ºC.

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br

21/10/2014: FORMATURA 2014 PROERD nossas crianças longe das drogas! ( Programa Educacional de Resistencia as Drogas e Violencia) 14:00 no Ginásio de Esportes de Pontalina-Go

FORMATURA 2014 PROERD
nossas crianças longe das drogas!
O comandante Geral da Policia Militar, Coordenação Estadual do PROERD-GO e o Comandante da 10º CIPM-Cia dos Pomares juntamente com a Prefeitura Municipal de Pontalina convidam a todos para participarem da formatura do PROERD ( Programa Educacional de Resistencia as Drogas e Violencia). hoje dia 21/10/2014 as 14:00 horas no ginasio de Esportes.
Francisco Leônidas da Silva Major QOPM- Comandante da 10ª CIPM de Morrinhos- GO.

PROERD-
>NO BRASIL O PROGRAMA FOI IMPLANTADO EM 1992 E HOJE CONTA COM 04 CURSOS: PROERD PARA EDUCAÇÃO INFANTIL, PROERD PARA O 5º E 7º ANOS DO ENSINO FUNDAMENTAL E O CURSO PROERD PARA PAIS. DIRIGIDOS PELAS POLÍCIAS MILITARES.

>AS AULAS ACONTECEM UMA VEZ POR SEMANA AO LONGO DO SEMESTRE LETIVO, ONDE O POLICIAL PROERD É ACOMPANHADO PELO PROFESSOR RESPONSÁVEL PELA TURMA. O PROGRAMA CONSISTE EM UMA AÇÃO CONJUNTA ENTRE O POLICIAL MILITAR DEVIDAMENTE CAPACITADO, CHAMADO DE POLICIAL PROERD, PROFESSORES, ESPECIALISTAS, ESTUDANTES, PAIS E COMUNIDADE NO SENTIDO DE PREVENIR E REDUZIR O USO INDEVIDO DE DROGAS E A VIOLÊNCIA ENTRE ESTUDANTES.


> BEM COMO, AJUDAR OS ESTUDANTES A RECONHECEREM AS PRESSÕES E A INFLUÊNCIA DIÁRIA PARA USAREM DROGAS E PRATICAREM A VIOLÊNCIA, E DESENVOLVEREM TÉCNICAS PARA RESISTIR A ELAS.


>O PROERD É MAIS UM FATOR DE PROTEÇÃO DESENVOLVIDO PELA POLÍCIA MILITAR PARA A VALORIZAÇÃO DA VIDA, CONTRIBUINDO, ASSIM, PARA O FORTALECIMENTO DA CULTURA DA PAZ E A CONSTRUÇÃO DE UMA SOCIEDADE MAIS SAUDÁVEL E FELIZ.]

Video:

Fonte: Márcia Moura

21/10/2014: Suposto serial killer diz que está com vontade de matar, afirma delegado, Preso há quase uma semana, ele ainda pediu bebida alcoólica e revistas. Segundo a polícia, vigilante de 26 anos confessou ter matado 39, em Goiânia-Go.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

fotoTiago está preso há uma semana (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, apontado como o autor de 39 mortes em Goiânia, disse aos policiais na madrugada desta segunda-feira (20) que “está com vontade de matar”, segundo revelou o delegado Eduardo Prado. O jovem segue preso, sozinho, em uma cela da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc).

“Ele perguntou para os agentes [que] se  matar algum indivíduo dentro do presídio [se] ele responderá criminalmente por isso. Muito estranha a atitude e as conversas desconexas que ele vem falando”, diz Prado.

Durante a madrugada, Tiago leu 40 revistas, fato que chamou a atenção da polícia. “Outra coisa curiosa é que ele lê de trás para frente de forma rápida, como se fosse dinâmica, lendo de forma alta”, pontua o delegado. Prado disse ainda que o motociclista pediu bebida alcoólica na cela, mas que não foi atendido.

Conforme o delegado, Tiago precisa de ser monitorado a todo momento. “A nossa preocupação é com a observação constante dele na cela. Ele não tem amor próprio, já tentou suicídio. Constantemente, quando eu estou na sala, ele pede para levar fio dental para ele. [Na] Hora que pergunta se é para suicidar ele dá uma risada sarcástica”, relata Prado.

O delegado alerta que, quando o suspeito for encaminhado a uma penitenciária, ele precisará de atenção redobrada. “Com certeza, quando encaminharmos ao presídio, a direção do sistema prisional irá ficar atenta a essa situação para ter um controle mais metódico da situação em relação a esse indivíduo, que é realmente de alta periculosidade”, afirmou.

Ainda não há previsão da transferência do vigilante, segundo a polícia.

Crimes
Tiago confessou em depoimento à polícia 39 mortes, que teriam sido cometidas desde 2011. Entre elas estão 15 dos 17 crimes investigados inicialmente pela força-tarefa da Polícia Civil. As outras vítimas são gays e moradores de rua.

O primeiro crime da série de assassinatos contra mulheres ocorreu em 18 de janeiro deste ano, quando Bárbara Luiza Ribeiro Costa, de 14 anos, foi executada por um motociclista no Setor Lorena Park. A morte mais recente foi a de Ana Lídia Gomes, em um ponto de ônibus do Setor Morada Nova.

Dois dos crimes apurados pela força-tarefa não foram assumidos pelo vigilante: a morte de Danielly Garmus da Silva, 23 anos, e a tentativa de homicídio de Daiane Ferreira de Morais, 18. Entretanto, ele confessou outras duas mortes de mulheres que eram apurados de forma independente e, após a confissão, a polícia os incluiu nas investigações. São os homicídios de Arlete dos Anjos Carvalho, 16, e de Edimila Ferreira Borges, 18.

Mesmo correndo o risco de ser capturado, o vigilante disse que, ao ver o anúncio da criação da equipe especial da Polícia Civil para investigar a série de mortes de mulheres, no dia 4 de agosto, sabia que seria uma questão de tempo até ser preso.

Com medo de ser detido, Tiago revelou que interrompeu a sequência de mortes após o homicídio de Ana Lídia Gomes, de acordo com o delegado Alexandre Bruno Barros. “Ele disse que parou porque ficou com medo de ser pego, por causa da força-tarefa. Depois voltou no último domingo [12] porque não aguentou mais, tinha que extravasar a raiva”, disse o delegado.

Segundo a Polícia Civil, o jovem também foi identificado em imagens registradas por câmeras de segurança no dia 12, próximo à lanchonete em que uma mulher foi agredida por um motociclista. O caso foi incluído na força-tarefa. Segundo testemunhas, o motociclista de capacete vermelho atirou na jovem, mas a arma falhou. Então, ele deu um chute na boca dela.

A polícia divulgou um vídeo no qual o vigilante explica onde conseguiu o revólver usado nos crimes. Questionado pelo delegado sobre o número de armas que ele possuía, o suspeito respondeu que “só uma”. “Que eu furtei em uma empresa onde trabalhei”, disse Tiago.

Na quinta-feira (16), a Polícia Técnico-Científica afirmou que os resultados de exames de balística da arma apreendida com Thiago coincidiram com os disparos efetuados em seis homicídios na capital.

‘Raiva’
Segundo os delegados que interrogaram o vigilante, Tiago tinha o costume de assistir aos noticiários no dia seguinte aos seus crimes para ter certeza se a vítima tinha morrido e qual o nome da pessoa. No entanto, ele diz que sentia remorso ao ver as reportagens. “Feliz não. Era um sentimento de arrependimento”.

Em entrevista na tarde de sexta-feira (17), o vigilante afirmou que gostaria de pedir desculpas à mãe dele e às famílias das vítimas pelos crimes que cometeu. Ele não respondeu se acredita ser doente mental, mas falou em “arrependimento” e afirmou querer um tratamento médico para se livrar do que ele define como “sentimento de raiva”.

De acordo com o defensor do motociclista, Thiago Húascar, seu cliente comentou que sofreu abusos sexuais durante a infância. O autor seria um vizinho. Além disso, o suspeito também afirma ter sofrido bullying na escola. Essas recordações trariam o tal sentimento a ele, motivando seus crimes. Para ele, o jovem é “insano” e precisa de tratamento.

Mesmo correndo o risco de ser capturado, o vigilante disse que, ao ver o anúncio da criação, no dia 4 de agosto, da equipe especial da Polícia Civil para investigar a série de mortes de mulheres, sabia que seria uma questão de tempo até ser preso.

Apesar de no início das investigações ter afirmado ter convicção de não se tratar de um único autor das mortes de mulheres, a Polícia Civil diz agora que há cerca de um mês já tinha elementos suficientes que apontavam o vigilante como o assassino nos crimes investigados pela força-tarefa.

Prisão
De acordo com o superintendente de polícia judiciária de Goiás, delegado Deusny Aparecido, antes de ser capturado, a polícia não tinha o nome do suspeito, mas já sabia de todas as suas características físicas.

Assim, no dia 10, foi emitido um mandado de prisão temporária para um “homem branco, com idade aproximada de 25 anos, aproximadamente 1,87 metro de altura, complição física atlética, sem barba ou bigode, com pelos no peito, rosto afilado, cabelos pretos, curtos e lisos e sobrancelhas grossas, que normalmente se veste bem”. O mandado também descreve que o suspeito usava capacete e motocicleta de cor preta com placa adulterada.

O vigilante foi preso na Avenida Castelo Branco, na terça-feira (14). Em seguida, ele foi encaminhado à Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), onde prestou depoimento e, de acordo com o delegado, confessou os crimes.

No ano passado, o Ministério Público Estadual ofereceu denúncia contra o vigilante por furtar uma placa de uma motocicleta no estacionamento de um supermercado de Goiânia. Imagens de câmeras de segurança mostram ele cometendo o crime. Também no ano passado, ele foi preso em flagrante em uma motocicleta com placa roubada, mas foi solto. O caso foi registrado no 5º Distrito Policial.

Fonte: http://g1.globo.com/goias

21/10/2014: Foi preso na manhã de hoje, 20/10/2014, na cidade de Pontalina, DANILLO FELIX DE SOUZA, 29 anos, por cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva expedido em desfavor do mesmo.

 fotoFoi preso na manhã de hoje, 20/10/2014, na cidade de Pontalina, DANILLO FELIX DE SOUZA, 29 anos, por cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva expedido em desfavor do mesmo.
DANILLO tem passagens na Polícia por crimes como apropriação indébita, furto, roubo e estupro de vulnerável.
A Polícia Civil informa que DANILLO também é suspeito de dar golpes na cidade de Pontalina, onde já é investigado por um furto e dois estelionatos.

Fonte: Delegacia De Polícia Civil Pontalina

29/11/2014: Outubro Rosa contra o Cancer de Mama / Novembro Azul contra Cancer de Prostota no Homem NASF Pontalina-Go

foto

 

29/11/2014: Outubro Rosa contra o Cancer de Mama / Novembro Azul contra Cancer de Prostota no Homem NASF Pontalina-Go

Fonte: Jeane Freitas

04/10/2014: 11º Concurso de Redação Tribuna do Planalto Estudante Guilherme Ferreira do Colégio Santa Rita de Cássia de Pontalina-Go

foto 04/10/2014: 11º Concurso de Redação Tribuna do Planalto Estudante Guilherme Ferreira do Colégio Santa Rita de Cássia de Pontalina-Go.

Fonte: Izadora Lopes

24/10/2014: SextaNeja Sertanejo com Gleydson e Rodrigo, no Espaço VIP em Pontalina-Go

espaco vip

 

24/10/2014: SextaNeja Sertanejo com Gleydson e Rodrigo, no Espaço VIP em Pontalina-Go

18/10/2014: Mais um Formatura do PROERD se aproxima e não poderíamos deixar de expressar o nosso carinho a você Márcia Moura, projeto de resistência às drogas e à violência seja um sucesso em nosso município. Colégio Estadual Santa Rita de Cássia.

fotoMais um Formatura do PROERD se aproxima e não poderíamos deixar de expressar o nosso carinho a você Márcia Moura, que além de transmitir seus conhecimentos e experiências, soube dividir com nossas crianças inúmeros momentos de alegria, amizade e descontração. Você é um exemplo de profissional dedicada que não mede esforços para que esse admirável projeto de resistência às drogas e à violência seja um sucesso em nosso município. Você é demais!!! Entre nós do Colégio Santa Rita de Cássia e você, há um elo que jamais se romperá: a nossa gratidão por você… Robiane Alaida